Traga-me a cabeça de Lima Barreto! No Palco Giratório

 

O monólogo teatral “Traga-me a cabeça de Lima Barreto!, protagonizado pelo ator Hilton Cobra, é uma das atrações da 22° edição do Palco Giratório, projeto de circulação, intercâmbio e difusão das artes cênicas, idealizado pelo Sesc.

Foto: Kaian Alves

Escrita pelo diretor e dramaturgo Luiz Marfuz, especialmente para comemorar os 40 anos de carreira de Hilton Cobra, com direção de Fernanda Júlia do (NATA - Núcleo Afrobrasileiro de Teatro de Alagoinhas), a peça mostra uma imaginária sessão de autópsia na cabeça de Lima Barreto, conduzida por médicos eugenistas, defensores da higienização racial no Brasil, na década de 1930. O propósito seria esclarecer “como um cérebro considerado inferior poderia ter produzido uma obra literária de porte se o privilégio da arte nobre e da boa escrita é das raças tidas como superiores?. A partir desse embate, a peça mostra as várias facetas da personalidade e da genialidade de Lima Barreto, refletindo sobre loucura, racismo e eugenia, a obra não reconhecida e os enfrentamentos políticos e literários de sua época.

Celebrando dois anos em cartaz, sendo assistido por mais de 15 mil pessoas, “Traga-me a cabeça de Lima Barreto!” já cumpriu temporadas no Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo, e foi encenado também na Flip – Festa Literária Internacional de Paraty/RJ, onde o escritor foi o homenageado em 2017. Com o projeto Palco Giratório, o espetáculo será encenado em Brasília, Manaus, Campinas, Florianópolis, Petrolina, Porto Velho, Teresina, Palmas, Curitiba e tantas outras cidades, num total de 46 apresentações.

voltar para lista